Delegados anti-Trump criam confusão na Convenção Republicana

O movimento anti-Trump tentou, sem sucesso, mudar as regras internas da convenção para desobrigar os delegados de votar segundo os resultados das primárias

Delegados protestam contra decisão da convenção do Partido Republicano dos Estados Unidos em Cleveland - 18/07/2016 (Mark Kauzlarich/Reuters)
Delegados opositores ao magnata Donald Trump provocaram confusão nesta segunda-feira na abertura da Convenção do Partido Republicano, em uma última tentativa de impedir a nomeação do bilionário para concorrer à presidência dos Estados Unidos pelo partido em novembro.

“Vergonha! Vergonha!”, gritavam centenas de delegados, ao que se seguiram mais gritos de simpatizantes do candidato, criando um ambiente de tensão na Quicken Loans Arena, onde ocorrerão os quatro dias da convenção republicana.

O movimento anti-Trump pretendia mudar as regras internas da convenção para romper o compromisso dos delegados de votar segundo os resultados das primárias, favoráveis ao magnata. Mas, apesar da confusão, os líderes partidários declararam por aclamação que os esforços dos opositores haviam fracassado por falta de votos.

O Partido Republicano abriu a convenção que deve oficializar Trump como candidato às eleições presidenciais de novembro realizando um minuto de silêncio em homenagem aos policiais mortos por um militar no domingo, em Baton Rouge, na Louisiana. Em seguida, diversos oradores repetiram pontos da plataforma conservadora e atacaram o presidente Barack Obama e a candidata democrata Hillary Clinton.

O magnata deve se apresentar na noite desta segunda na Quicken Loans Arena, onde sua esposa, Melania, uma ex-modelo eslovena 24 anos mais jovem que ele, fará um discurso.
Segurança

O evento acontece em Cleveland (Ohio), uma cidade de 400.000 habitantes que está sob fortes medidas de segurança. A morte de três policiais no domingo, em um tiroteio na cidade de Baton Rouge aumentou o nível de alerta nesta pequena cidade do norte do país, onde as autoridades ergueram um círculo de aço ao redor epicentro da convenção.

Várias ruas foram fechadas ao tráfego e outras, obstruídas com barricadas de concreto – até mesmo caminhões tira-neve tiveram as férias de verão suspensas para manter à distância possíveis manifestantes.

Milhares de policiais do estado de Ohio e de outras jurisdições do país, inclusive forças federais, estarão em guarda entre 18 e 21 de julho para a convenção.

(Com AFP)

Você tambem vai gostar de: