80 - O Verdadeiro Cristão




Pr. Jonas Santana



Um cristão verdadeiro é conhecido não pelo que ele fala ou por sua aparência exterior, mas sim pelos seus frutos, pela sua submissão à vontade do Pai.

Mateus 7:15-23 – “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci: apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.”

Fruto dum verdadeiro cristão:

Gálatas 5:22-23 - “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.”

Retrato de um verdadeiro cristão:

Romanos 6:22 – “Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna;”

O verdadeiro cristão é caracterizado pela sua obediência:

Hebreus 5:9 – “e, tendo sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem,”

Outro aspecto de um verdadeiro cristão é a santificação:

Hebreus 12:14 – “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor,”

Santificação = Ato, estado e processo de se tornar santo. É realizada na vida do salvo pela ação do Espírito Santo .

Veja o exemplo de Judas, andava com Jesus, mas a todo o tempo buscava os seus próprios interesses e não queria saber do de Jesus para nada, tanto que o traiu assim que teve oportunidade. Ele se aproximou de Jesus por motivos egoístas.

Mateus 26:14-16,21,23-25 – “Então um dos doze, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os príncipes dos sacerdotes, e disse: Que me quereis dar e eu vo-lo entregarei? E eles lhe pesaram trinta moedas de prata, e desde então buscava oportunidade para o entregar. E, comendo eles, disse: Em verdade vos digo que um de vós me há de trair. E ele, respondendo, disse: O que mete comigo a mão no prato, esse me há de trair. Em verdade o Filho do homem vai, como acerca dele está escrito, mas ai daquele homem por quem o Filho do homem é traído! bom seria para esse homem se não houvera nascido. E, respondendo Judas, o que o traía, disse: Porventura sou eu, Rabi? Ele disse: Tu o disseste.”

João 12:4-6 – “Então um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse: Por que não se vendeu este ungüento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres? Ora ele disse isto, não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava.”

Judas era um dos doze discípulos. Ele fez sacrifícios por causa do Evangelho, até operou nos dons do Espírito Santo, mas nunca conheceu a Jesus intimamente.

Lucas 9:1-2- “E, convocando os seus doze discípulos, deu-lhes virtude e poder sobre todos os demônios, e para curarem enfermidades; e enviou-os a pregar o reino de Deus, e a curar os enfermos.”

Muitos discípulos de Jesus o abandonaram quando foram confrontados com a verdade:

João 6:60,66,71 – “Muitos dos seus discípulos, tendo ouvido tais palavras, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir? À vista disso, muitos dos seus discípulos o abandonaram e já não andavam com ele. Então, perguntou Jesus aos doze: Porventura, quereis também vós outros retirar-vos?”

Um verdadeiro cristão é aquele que tem a Jesus como Senhor e não só como salvador, e tem prazer em cumprir os seus mandamentos:

Lucas 6:46 – “Por que me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando?”

Hoje em dia os benefícios são mais enfatizados do que o arrependimento, do que cada um levar a sua cruz.

Jesus nos prometeu que no mundo nós teríamos muitas aflições, mas não precisamos temer, nem desanimar porque Ele está sempre conosco.

Marcos 8:34-35 – “Então, convocando a multidão e juntamente os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me. Quem quiser, pois, salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á.”

João 16:33 – “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”

I Timóteo 4:16 – “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina: persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você tambem vai gostar de: